Buscar
  • Audio Et Design

Por que Line Array em 3 vias e não em 2 vias?

Atualizado: 11 de Mai de 2018



É muito fácil de se explicar esta pergunta. Vamos lá: vou começar com uma comparação.


Tudo bem simples. Se eu tenho 90 kilogramas para levantar e faço isso utilizando 2 pessoas, cada uma suspende 45 kilogramas. Mas se 3 pessoas suspendem, cada uma pega uma carga de apenas 30 kilogramas. Não ficou muito mais leve para cada uma das pessoas?


Aplicando-se isto a uma caixas de Line ou outra qualquer já perceberam que a caixa de 3 vias leva uma vantagem muito grande sobre a de 2 vias. A potência do amplificar é distribuída por três tipos de alto falantes. Quer mais? Na curva de resposta do alto falante, quando você usa um sistema em 3 vias, você ainda tem a vantagem de ter uma maior flexibilidade de escolher a melhor parte da curva de resposta de cada alto falante. Exemplo: digamos que tenho uma caixa em 2 vias e pego o alto falante que vai ter que trabalhar de 100HZ até encontrar com o driver. Estou falando que o alto falante tem que chegar a mais de 1000HZ. É possível encontrar um alto falante que faça isso e eu diria até que é fácil encontrar. Mas acontece que se este alto falante tem que trabalhar nesta faixa tão extensa, ele compromete a sua potência sonora. Até porque a compressão dinâmica não perdoa. Vai ser muita corrente circulando pela sua bobina e muita corrente na bobina, o que acontece?


Aquecimento da bobina que conduz à compressão dinâmica. A compressão dinâmica pode nos roubar até mais que o dobro da potência. Comecem a fazer contas e em dinheiro mesmo. Outra desvantagem é que eu sou obrigado a usar uma parte dessa curva do falante mesmo não sendo boa na resposta ou no timbre. Agora vamos para uma caixa de 3 vias. Eu pego um alto falante que é especializado em reproduzir baixas frequências e determino que vai trabalhar na parte de baixo do espectro e aí me dou ao luxo de ver onde, em que parte da curva de resposta, ele vai trabalhar. Faço a mesma coisa com um alto falante especializado em trabalhar na faixa de médios. Da mesma maneira me dando ao luxo de escolher melhor a região que ele vai trabalhar. E assim o Driver que vai trabalhar na região de altas frequências fica agradecido pela ajuda que o falante de médio graves vai lhe dar. Um alto falante especializado em médias, chega mais fácil perto do driver. Nada mais prejudicial a um Driver de altas frequências fazer ele trabalhar na região mais baixa da sua curva. Ele é feito apenas para vibrar. Não para excursionar. Ainda tem as vantagens com estes alto falantes especialistas: o timbre, a qualidade sonora e o desempenho para aquela faixa. Isto faz com que o um sistema seja muito mais eficiente. Sistema mais eficiente significa que, com menos caixas eu consigo fazer o que só conseguiria com muitas caixas. Mais fácil o transporte e armazenagem. Menos volume no transporte. Um sistema 3 vias é mais caro que um de 2 duas vias? Lógico. Mas o que se paga a mais compensa e muito.


João Américo é empresário reconhecido nacionalmente no segmento de sonorização, com experiência de mais de 40 anos em sistemas de alta performance para áudio. Após cerca de 5 anos de desenvolvimento de caixas de som voltadas para o mercado de áudio profissional, lança a AED - Audio Et Design. A ideia é oferecer ao mercado nacional e internacional produtos diferenciados e exclusivos que atendam às mais modernas especificações e anseios do áudio profissional.

Você ainda não ouviu nada igual

Rua Baixão, 578 , Luiz Anselmo, Salvador - BA / Brasil

40.265-215

© 2018 All rigths reserved Audio Et Design